DINÂMICA:  Pedir que 3 pessoas falem sobre   suas experiências de novo nascimento e quais os hábitos ruins precisou abandonar para viver uma vida de santidade.

 

Hoje vamos aprender que precisamos abandonar  hábitos ruins se quisermos alcançar uma vida verdadeiramente restaurada pelo Senhor.

Quais  seriam  os hábitos ruins ou tóxicos?  São  aqueles que praticamos, na maioria das vezes, sem nem mesmo percebermos, afinal, são hábitos, e aprendemos que estes são praticados rotineiramente, por vezes de forma mecânica.Tratam-se da fofoca, da maledicência, da inveja, do orgulho, ou seja, são atitudes e sentimentos que, se não vigiarmos, fazem parte da nossa vida como se fossem  atitudes normais e não devem, pois já  nascemos de novo.

A Bíblia diz que “ a candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;

Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!” ( Mateus 6:22,23).

Precisamos ter os nossos olhos bons, deixar  de ver maldade em tudo. O salmista Davi sabia que, se quisesse ver a face de Deus, precisaria ter um coração puro e mãos limpas. Ele afirmou: “Ó Deus meu! Cria em mim um coração puro, e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Sl. 51:10).

A Palavra de Deus afirma  que só verá a Deus aquele que for limpo de mãos é puro de coração e que não se entrega a vaidade (Sl. 24: 4).

Logo, precisamos ser aqueles que trazem a paz, a alegria, o amor e não as contendas e discórdias. Quando a fofoca e a maledicência chegam até nós, devemos ter atitude de freá-las e não de levá-las  adiante ou concordar com as mesmas.

Precisamos ser o povo santo, separado pelo Senhor, só assim viveremos em paz e alcançaremos o favor de Deus.

Deus abençoe!

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention