MEDINDO SUA CONQUISTA EM DEUS PARTE 1

Zacarias 2:4  – E disse-lhe: Corre, fala a este jovem, dizendo: Jerusalém será habitada como as aldeias sem muros, por causa da multidão dos homens e dos animais que haverá nela.

 

 

Dinâmica: use uma caixa de fósforos e distribua uma folha de papel A4 a cada participante.

Peça que eles escrevam algo que conquistaram durante esse ano e que dobrem o papel para guardar na caixa de fósforos. Observa-se que poucos papéis caberão na caixa. Em seguida, cada um compartilha o que escreveu. Conclusão: por mais que tenhamos o poder de dar forma as nossas conquistas jamais caberão nas formas e limites que desejamos. Não podemos guardar tudo que recebemos de Deus em um lugar só. As bênçãos fazem mais sentido quando são compartilhadas e assim mostram a grandeza do amor de Deus.

 

 

 

Qual é a dimensão de sua conquista?

Ao longo de nossas vidas, sonhamos, fazemos planos, estabelecemos metas, sem dúvida alguma, somos desatados pela Palavra de Deus a conquistar.  Jerusalém é a melhor representação do que isso significa, e principalmente, é o melhor indicativo para refletir e avaliar qual a verdadeira dimensão de nossa conquista.

Zacarias 2:4 demonstra que o Povo de Deus além de não ser órfão também é um povo que possui identidade e habitação.

Nós como povo de Deus recebemos Jerusalém como herança. A dimensão dessa herança vai além das fronteiras geográficas, significa que possuímos a identidade de povo de Deus, por Ele habitar dentro de nós, e assim fazemos de nossa geografia uma extensão de Jerusalém.

Os sonhos e as promessas de Deus para seus filhos nunca caberão nas dimensões e limites que conhecemos ou imaginamos. A visão do profeta faz uma advertência a isso.

Devemos demolir todos os muros já estabelecidos, que dificultam nosso relacionamento com Deus e dificultam nossa conquista, assim como, impedir que outros se ergam. Pois, quando estamos cercados por muros, ficamos limitados, impedidos de avançar na extensão que Deus deseja.

Quem mantém sua conquista é o Senhor (Zc 2:5) “… Eu mesmo serei o muro de fogo ao seu redor…”. Assim, o Senhor estará no meio (no Centro) da sua casa, do seu trabalho, de seus estudos, dos seus sonhos, dos seus projetos. Sua vida será uma tenda da habitação da Glória de Deus e sua geografia será essa extensão de Jerusalém, e haverá todos os dias uma conquista nova cujas dimensões vão além dos nossos conhecidos limites.

 

 

 

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention