CELEBRANDO A CONQUISTA
Ao longos das últimas semanas temos sido ensinados a pensar, decretar e projetar nossas conquistas. Mas, hoje o
Senhor deseja promover ajustes quanto a plenitude de suas conquistas. Isso envolve a forma cômoda de como
muitos cristãos tem vivido.
É lamentável vermos famílias cristãs desfrutando apenas de parte dos benefícios que o Senhor nos dá através do
sacrifício da cruz. Esse sacrifício é total e não parcial (Cl 2: 14 – João 19: 30 – Rm 6: 14).”
Ora se temos vivido um evangelho pela metade certamente temos desfrutado de nossas conquistas pela metade.
Talvez seja até uma afirmação grosseira, mas temos vivido um evangelho pela metade e não em sua plenitude. Isaías
29:13 – O Senhor diz: “Esse povo ora a mim com a boca e me louva com os lábios, mas o seu coração está longe de
mim. A religião que eles praticam não passa de doutrinas e ensinamentos humanos que eles só sabem repetir de cor”.
Sou dizimista, mas não oferto;
Oro, mas não jejuo.
Canto, mas não leio a Palavra.
Venho aos cultos, mas não visito.
Aprendo a Palavra nos cultos, mas não evangelizo.
Esses exemplos não podem se tornar paradigmas em nossas vidas tão pouco permitir que elas sejam práticas
insuperáveis.
Se permita imaginar e viver como será sua conquista a partir de Hoje. ( Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis;
batei, e abrir-se-vos-á. 8 Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-
á.(Mt.7)
Contudo não seremos um povo de conquistas medíocres o que Deus deseja é que tenhamos acesso à plenitude que tudo
Ele tem preparado para seus filhos. “E, quando Deus concede riquezas e bens a alguém e o capacita a desfrutá-los, a
aceitar a sua sorte e a ser feliz em seu trabalho, isso é um presente de Deus”(Ez.5:19).

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention