ESTUDO DE CÉLULA: MÊS DE SETEMBRO                                           03/09 A 09/09/2017.

 

TEMA – Unidade na Família – Parte 1

“Eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” (Josué 24: 15b)

 

Graça e paz, discípulo amado!

 

Este mês abordaremos um assunto muito sério para todas as famílias: a unidade entre as pessoas. Quando falamos em unidade, não é nossa intensão que as diferenças individuais sumam, mas sim que cada membro familiar abra mão do seu “pensamento próprio”, para que todos caminhem juntos numa mesma direção, debaixo de um propósito coletivo. Afinal, unidade nada mais é do que uma ação de pessoas para alcançar um objetivo único.

Quando a família está em unidade, isto é, os membros caminhando juntos, tendo a mesma visão e linguagem, conquistam seus alvos, além de gerarem confiança para as pessoas que estão ao redor desta casa. Por sua vez, quando o ambiente familiar está repleto de críticas e inimizades, isso gera desconfiança em quem observa, além de traumas nos familiares.

O líder Josué, que aprendeu a servir ao Senhor com Moisés, sabia desta realidade. Ele convocou seu povo, os judeus, para permanecerem em unidade diante do Soberano Deus de Israel, como uma grande família escolhida para levar o nome do Todo-Poderoso sobre a Terra. No entanto, caso aqueles membros judeus, descordassem deste objetivo comum, Josué, estava disposto a ser ele e sua casa, adoradores do Deus Vivo, sacerdotes fiéis do Verdadeiro Senhor existente.

O posicionamento de Josué nos revela o quão é importante a força gerada através da unidade entre as pessoas. A própria Bíblia relata que:

  1. Deus habita no meio da unidade (Mt 18: 19,20).

Quando as pessoas fecham um acordo, elas estabelecem uma aliança, e sendo Deus, conhecido como Deus de Aliança, Ele é o primeiro a velar pelo compromisso. Portanto, onde se acharem dois ou três invocando o nome Dele, aí, Ele estará presente.

  1. Em unidade, um ajuda ao outro (Ec 4: 9-12).

As pessoas que entendem o princípio da unidade, nunca serão encontradas sozinhas. Pelo contrário, elas sempre estarão vivendo e promovendo a união entre os seres humanos. A família necessita entender que se todos falarem a mesma língua, metade dos problemas já estão desfeitos, porque quando um cair, o outro vem e levanta. Qualquer um que estiver enfrentando uma situação difícil será socorrido pelos demais. Isso é amor ao próximo, é cumprimento de mandamento bíblico.

  1. Na unidade, há estímulo e encorajamento a todos (I Co 1:10)

Sempre foi ideia do Senhor a unidade entre os homens (Mc 12: 30,31). Jesus, vivendo seus momentos finais junto aos seus discípulos, preocupou-se em reforçar a lição da unidade. Em João 17 temos um capítulo inteiro, no qual o Mestre revela a importância dos discípulos manterem-se unidos tornando-se, inclusive, um só com Ele, o Cristo. E mais, o mundo só O conheceria se visse o espírito de unidade entre os cristãos (Jo 17: 21-23).

Portanto, nobres sacerdotes familiares, posicionem-se dentro dos lares. Assumam sua missão cristã de andarem em unidade dentro da célula principal, que é a sua família. Esposo, alinhe-se a sua esposa e filhos, para buscarem a presença de Deus em harmonia e santidade. Esposa, convide seu marido e seus filhos para adorarem ao Senhor com reverência. Filhos, chamem seus pais para andarem em retidão diante do Todo-Poderoso.

Mas se você hoje encontra-se sozinho, não se desespere! Busque ao Senhor com esforço, pois Ele é Pai de órfãos, juiz de viúvas e faz que o solitário habite em família (Sl 68: 4-6).

Busque e zele pelo espírito de unidade no meio de sua família, e você verá as maravilhas que o Senhor fará em sua casa.

Deus abençoe você e sua família.

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention