TEMA : FAMILIA DA FÉ.

  DECRETO: Gálatas 6:10. “Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos bem a todos, mas principalmente aos da família da fé”.

Graça e paz, Amado(a) discípulo (a)!.

Paulo escreve aos Gálatas nesse capitulo 6 e inicia o texto escrevendo sobre o auxílio mútuo e a responsabilidade pessoal. Em seguida, fala sobre a lei da semeadura com um tópico sobre: “o que o homem semear, isso também ceifará”, ou seja, do plantar e do colher na vida das pessoas.

Instrui os membros da igreja a fazerem o bem, a serem responsáveis por suas condutas e a não zombarem de Deus.

Nesse tema se verifica lições preciosas que precisam ser praticadas por todos que vive em família, em  célula, em igreja, etc.

Na sociedade o homem vive em grupos. Tem-se o Grupo de Trabalho (GT), Grupo de amizade (GA), Grupo de Oração (GO), grupo familiar (GF) e outros. Veja, existe uma necessidade do ser humano viver em grupo. Esse grupo dentro da estrutura funcional de trabalho da igreja, chamamos de equipe.  Por isso, Deus alerta em Gênesis, não é bom que o homem viva só. E, não é bom mesmo! A solidão arrasta a pessoa para o abismo da depressão, da angústia, da tristeza, da infelicidade. Precisamos uns dos outros.

Quando se vive em equipes, geram-se relacionamentos. Essa convivência é uma via de mão dupla, ou seja, implicam em atitudes mútuas, comportamentos e responsabilidades.

Discípulo que pertence a uma célula, essa é sua família da fé mais perto, a qual  está inserido. Então, você é responsável por algum discípulo dessa equipe. Não é só responsabilidade do líder de cuidar de todos, mas de cada discípulo cuidar uns dos outros. Comece se importando com aquele que faltou na célula, que está doente, que está triste, que está desanimado, que está angustiado.

A responsabilidade de cuidar de pessoas é de todos que professam a fé em Jesus Cristo. Portanto, todo aquele que é discípulo de Jesus é responsável por outra pessoa. Talvez você me pergunte:

Como assim?

Veja irmão (a), Jesus nos ensina sobre a mútua assistência, ajudar uns aos outros, ser misericordiosos, pacientes, bondosos, atenciosos, gentis, a orar uns pelos os outros.

Discípulo (a), você sempre tem a oportunidade de ser instrumento de Deus na sua célula, na família da fé. Esse é o momento para exercitar o seu chamado, de desempenhar sua função como integrante do corpo de Cristo.

Talvez você pense: – Tem pessoas que é muito difícil a comunicação!.

É verdade, tem pessoas de difícil relacionamento. Então, comece a orar por ela, a jejuar e talvez faça algo por essa pessoa. Desse modo, verá o agir de Deus.

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention