TEMA: A Família firmada na rocha! – Parte 2

DECRETO DO MÊS DE JULHO: “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha.” (Mt 7: 24)

 

Graça e paz, discípulo amado!

 

Como vimos no estudo anterior, o Senhor nos ensina que precisamos ouvir e praticar a Palavra de Deus. Há necessidade da prudência e sabedoria, do ouvir e praticar para edificação correta da família. Em Mateus 7:24, o homem e a mulher prudentes, constroem de forma certa, evitando a improvisação e o perigo das intempéries da vida, como a chuva e o vento, os quais representam os diversos problemas.

 

  1. a) Os problemas vêm!

A chuva, por exemplo, é certa. Ela cai sobre todos, crentes e incrédulos, justos e injustos. Quem estiver na rua, só não se molhará se tiver uma proteção. Já quem está em casa, também não se molhará se o teto estiver em perfeito estado. Em geral, acompanha a chuva, os ventos, sendo alguns tão fortes que podem destruir casas e até prédios. Já as enxurradas são provocadas também por chuvas fortes ou rios que transbordam (por causa da chuva), e ela leva tudo que está a sua frente como casas, objetos e pessoas.

Todos sabem que isto acontece. Mas a verdade é que nem todos estão preparados para quando a chuva cai. Infelizmente, nem todos têm casas capazes de resistir às pressões da vida, sobretudo as mais fortes. Se você se pergunta “mas de que se está falando? de construções, de famílias ou de pessoas?”. Estamos refletindo sobre família e sobre pessoas que compõe essa família.

Quando os problemas (chuva, vento ou enxurrada) chegam sobre nós ou nossa família, e não estamos firmes na Rocha, é provável que não resistamos ao vendaval. Nossa resposta ao problema depende de como construímos nossa vida.

 

  1. b) Como você enfrenta os problemas?

Em Mateus 7: 24-27, diz Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.

Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda”.

Ao lermos estas palavras, precisamos nos perguntar sobre quais fundamentos está nossa vida pessoal. Nós estamos firmes no Senhor?

Quando vamos à escola, lemos certos livros e revistas, ouvimos músicas, assistimos filmes, sendo todos estes recursos repletos de visões convidativamente diferentes das nossas, temos que olhar para os fundamentos sobre os quais está nossa vida.

Quando nos relacionamos com pessoas que vivem um estilo de vida diferente da nossa, temos que lembrar dos fundamentos sobre quais estamos firmes.

E diante de uma situação de perda (alguém ou alguma coisa valiosa), qual é a nossa reação? Lembre-se que ela será de acordo com o que acreditamos. Você tem ouvido e praticado a Palavra de Deus? Você está na Rocha?

Todas estas situações são vivenciadas por nós no dia a dia. Vamos a escola, ao trabalho, ao encontro com amigos, e mantemos toda sorte de contato com os ideais do mundo moderno. E qual tem sido nossa reação diante desta realidade? Isso tem nos influenciado na jornada rumo ao céu? Nós somos convidados a construir nossos projetos, sonhos, relacionamentos, desejos e perspectivas sobre a Rocha, sobre os ideais do Deus Soberano para nossas vidas!

 

  1. c) A Rocha é firme, segura e protetora!

Quando não estamos seguros na fé em Deus, é fácil sermos levados pelos problemas (chuva, vento, enxurrada). Não vemos a saída. Não temos força para suportar a tentação. Damos ouvidos a pessoas que não conhecem o Caminho, a Verdade e Vida. Por consequência, caímos! Não resistimos ao dia mau!

Que tristeza para o Reino de Deus: um dos seus príncipes caiu!

Que alegria para as trevas: uma vida se perdeu!

A Rocha é firme, segura e protetora. Quem se abriga, verdadeiramente, no Deus Poderoso, não cai. Quem está numa casa construída na Rocha, passa pela chuva, pelo vento e enxurrada, firme!

Não tem ideais mundanos, palavras falsas, amigos descrentes ou armadilhas que derrubem um servo do Deus Altíssimo, nem que atinja uma família blindada no Senhor.

Portanto, não se deixe levar por ideias contrárias a Palavra de Deus, nem filosofias, ciências ou outra espécie de argumento que desafia a soberania do Senhor. Problemas, todos passam, porque a chuva vem para todos! Permaneça firme na Rocha! O seu problema tem solução, e ela está em Jesus Cristo. Lembre de todas as promessas que Ele te deu e resista ao dia mau! “Portantotomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes” (Efésios 6:13).

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention