TEMA: A Família firmada na rocha! – Parte 1

DECRETO DO MÊS DE JULHO: “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha.” (Mt 7: 24)

 

Graça e paz, discípulo amado!

 

Chegamos ao meio do ano, e muito já se falou sobre a Família, mas ainda temos mais!

 

A família é o projeto de Deus para o homem e isso se constata na Bíblia, uma vez que está repleta de menções a este tema.

 

Em Mateus 7:24 Jesus nos chama a atenção para a correta edificação de uma família. Para começar, Ele diz:

  1. a) “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática…”

Ouvir é um verbo de dupla dimensão. A primeira refere-se à parte fisiológica, que diz respeito ao sentido da audição. No caso específico “ouvir minhas palavras”, está ligado à leitura da Bíblia, para ouvir a voz (direção) de Deus. A segunda dimensão é a espiritual, que tem a ver com realmente dá atenção, praticar. Neste caso, refere-se a dá credibilidade, levando a sério os ensinos contidos na Bíblia, pondo em prática o que aprende.

Com isso, podemos concluir que ouvir, nem sempre é ouvir! As mulheres que o digam: muitas vezes falam alguma coisa para o marido, e ele “demonstra” que ouve, quando na verdade, é o contrário. Os filhos também sabem bem o que é! Eles falam sem parar sobre um assunto, enquanto a mãe ou o pai estão “ouvindo”, mas pensando em outra coisa. Isto é, ouvem, mas não prestam atenção. E assim agimos com relação a Deus, muitas vezes.

Em qual dimensão você e sua família têm ouvido a Deus? Na dimensão fisiológica, através da leitura da Palavra? E também na dimensão espiritual, se deixando serem moldados pela Palavra?

Jesus sabia que havia pessoas que ouviam as suas palavras, mas não davam atenção! Não se permitiam colocar em prática a Verdade e a Vida! Não se permitiam ser moldados pela Palavra de Deus! Quando isso acontece, não adquirimos a mente de Cristo, permanecendo com a mente do nosso tempo, sendo enganados pelo inimigo de nossas almas. Por isso o Senhor classificou a pessoa que realmente ouve seus ensinamentos, como prudente.

 

  1. b) “… será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha”.

Ser prudente é ter cuidado, procurando prevê o que pode acontecer, evitando o perigo. Como uma família é um bem valioso, o homem e a mulher precisam ser prudentes na edificação desta casa, a construindo com base nos princípios bíblicos, evitando a improvisação.

Pessoas imprudentes formam uma família sem responsabilidade alguma. Em uma festa o casal se conhece, já saem de lá e fazem um filho, e na semana seguinte, estão morando juntos. Sem preparo algum, planejamento zero, e como consequência, muitas vezes, a “união” não dura nem até o nascimento da criança. E assim, a família, se desfaz, da mesma forma que começou: “num de repente”, “num minuto”.

A família não deve ser um projeto improvisado e sim um projeto construído corretamente. A pessoa prudente tem opções tanto quanto a imprudente. A diferença está na decisão, pois o prudente toma decisões coerentes, maduras, pensadas. O homem e a mulher sábios eliminam a possibilidade de construir sua casa em lugar inseguro e optam por construir sobre a rocha, lugar firme e seguro, contra as intempéries da vida.

Se você está se perguntando, “mas, afinal, que rocha é essa?”, então leia 2 Samuel 22:32, Gênesis 49.24, Deuteronômio 32.4, Salmo 95.1, e 1Coríntios 10:4. Estes e outros textos bíblicos nos revelam que o nosso Deus é tão presente, firme e confiável, que é chamado de Rocha.

 

  1. c) Transporte sua família para a Rocha

Talvez, ao ouvir estas palavras, você pense “mas eu já construí minha casa e pelo jeito que foi, não foi na rocha. E agora?”.

Bem, não se desespere! Ainda tem jeito! Chame Jesus Cristo para morar em sua casa. Com a ajuda deste carpinteiro celestial, você e Ele transportarão a casa para a Rocha.

E isso é possível?”. É sim! Lembre o que Ele disse: “…Tende fé em Deus, porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis” (Marcos 11: 22-24). Então, por que não é possível transportar sua casa à Rocha?

 

Torne-se uma pessoa prudente hoje mesmo! Pegue sua família, se você já tem, e transporte para a Rocha. Se você ainda vai edifica-la, já faça o correto, afinal, família é projeto de Deus para nossas vidas.

 

Deus abençoe sua semana!

Deixe um comentário:

*

Seu endereço de email não será publicado.

© 2017 MIR 12 STM | Desenvolvido por Dimention