“Ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado, e eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.”(Mt.28:19-20).”

A Escola de Líderes foi implantada no MIR Santarém em 2000, sob a liderança dos irmãos José Antônio Oliveira Aquino e Céres Maria Silva Aquino, os mesmos traduziram o primeiro material da Escola do espanhol para o português, porque não havia material traduzido no Brasil. Foram ministrados para os líderes da igreja dois Workshops, falando o que era a Escola de Líderes e como funcionaria; em seguida, iniciou-se a primeira turma, com aulas intensivas cuja duração eram meses, com a participação de 25 alunos, finalizando em 2001.

Após o encerramento das aulas, realizou-se a primeira formatura. Os formandos usaram becas azuis e receberam o certificado de conclusão. Os alunos desta turma foram levantados como professores para formar os futuros líderes, sob a liderança de Kênia Alves de Sousa Amaral; A escola de líderes passou utilizar a literatura nova, elaborada pela equipe do Apostolo Renê de Araújo Terra Nova.

As crianças do MIR, também, são encaminhadas à Escola de Líderes. Para isso, adaptaram o material da Escola de Líderes, utilizando uma didática e um desenvolvimento diferentes do material existente, mas sem perder a essência e o conteúdo original. Após o encontro, as crianças são encaminhadas para a Escola de Líderes. A Escola de Líderes constitui-se como uma das estratégias da visão celular. Após o pós-encontro, o discípulo é encaminhado por seu líder, para matricular-se na escola.

A Escola formou 983 alunos(crianças, adolescentes, jovens e adultos), possuindo excelentes professores treinados na igreja local. Há, na escola, 15 tutores que trabalham como responsáveis pelas turma. Os tutores e os professores possuem características distintas na forma de dar as aulas; os tutores são facilitadores da aula para que os alunos possam construir, socializar, discutir e criticar o conhecimento sobre o tema em estudo; enquanto o professor é o organizador e estimulador das discussões sobre o tema em estudo, os auxiliares são futuros professores em treinamento. As aulas são ministradas com dinâmica e unção, levando o aluno a participar da aula, e a desenvolver a liderança e a oratória.